C'est super!

Posts Tagged ‘nice

Dix villes de France et leurs clichés

 

Web

 

Source: Vanity Fair

 

Se você tem vontade de vir à França e gostaria de aproveitar para fazer um curso de francês, aqui vão algumas sugestões para você começar sua pesquisa:

Alliance Française Marseille / Aix-en-Provece

Azur Lingua, em Nice

Institut d’Études Françaises pour Étrangers, em Montpellier

Centre Universitaire d’études françaises, em Grenoble

Cavilam, em Vichy

 

foto 1-2

Riviera Francesa, Côte d’Azur….só de falar já são muitos os clichês que vêm à nossa mente. Glamour, luxo, praias incríveis, pessoas bonitas e bem arrumadas, enfim…o « chic » francês. 

A verdade é que a Côte d’Azur não é  isso, mas tem muito disso, sim!

Nice é o coração da Riviera Francesa e é uma cidade interessantíssima que permite muitas descobertas artísticas, gastronômicas e ainda um belo banho de mar na incrível água de cor « azur »!

nice1

Praias, jardins, arquitetura, museus, perfumes e mais. Situada no exremo sudeste francês, Nice está maravilhosamente bem situada. Entre os Alpes, a Provença, a Córsega e a Itália.  Ficando na cidade ou passeando, não há dúvida de que essa viagem entra pra sua lista de top 3!!!E o clima é agradável o ano todo! 

O transporte na cidade se faz por ônibus, tramway (tipo de bonde), bicicleta (velobleu.org), taxi. É possível também alugar um carro elétrico em alguma das 70 estações (auto-bleue.org)

Para passear pelas cidades vizinhas, uma linha de ônibus disponível: lignesdazur.com

nice7

Imperdíveis:

  • Le cours Saleya: na parte antiga da cidade (Vieux-Nice), uma zona para pedestres. Construções de cor ocre (típica), com feiras de flores, legumes, artesanato e antiguidades. De noite, restaurantes e cafés são a opção mais pitoresca!
  • La colline du Château: ao fim da Promenade des Anglais (avenida à beira-mar), está essa colina de onde tem-se uma vista maravilhosa da cidade. Subindo, também descobre-se um belo parque, uma cascada (artificial, mas no verão é refrescante!) e os vestígios de uma antiga catedral do século 6! Sim, tem um elevador (ascenseur) para quem está por acaso com um salto alto! 😛 Aliás, não recomendo!
  • La Place Masséna é uma praça enorme (não tem como não ver, digamos), elegante, com colinas ao fundo, pertinho da praia e do centro antigo (Vieux Nice). 

DCIM100GOPRO

  • Os hotéis Le Palais de la Méditerranée e Negrescohotéis 5 estrelas, ambos na Promenade des Anglais. Arquitetura suntuosa, o primeiro foi um dos maiores casinos do mundo. Se não for o caso de se hospedar, uma passadinha vale a pena.
  • Há vários ótimos museus em Nice. Alguns deles: Musée des Beaux-Arts (Belas-Artes), Musée Matisse, Musée Chagal.

E a dica do C’est super é: procure o Office de Tourisme (site e pessoalmente quando chegar), pegue um mapa e informe-se quanto aos passeios guiados. Alguns tours valem muito a pena, inclusive os tours gastronômicos, que oferecem descobertas deliciosas e únicas. Afinal, não é a toda hora que você está na Côte d’Azur, né?

Para um roteiro personalizado, considerando a época da sua viagem e uma ajudinha na parte da língua francesa,  entre em contato: csuperblog@gmail.com

nice13

Nosso convidado de hoje é o Filipi Andrade.  Aproveitem as dicas, pois estão incríveis e podem proporcionar uma super viagem com um orçamento possível! Ah, e o destino é o meu mais novo amor: a Córsega! Merci beaucoup, Filipi!! 🙂

« Depois de descobrir que estivemos na Córsega ao mesmo tempo e trocar algumas palavras sobre esse destino inesquecível, recebi da Eleonora o gentil convite de escrever sobre os meus dias na Île de Beauté (ilha da beleza em francês), como é comumente chamada – com muita justiça, devo dizer. Seguem então algumas das minhas impressões deste belíssimo destino e algumas dicas pra aproveitar o máximo sem extrapolar no budget da sua viagem.

Lire le reste de cette entrée »

Fotos de 14/07/2013

Nice – Côte d’Azur

IMG_1751
IMG_1754

 

IMG_1786

 

Geralmente associada à tomada da Bastilha em 14 de julho de 1789 (vitória do povo contra a monarquia), a festa da República francesa só foi oficializada em 6 de julho de 1880. 

Gambetta, na 3ª República, decide celebrar as fundações do regime. Por proposta de Benjamin Raspail, então deputado, a lei de 6 de julho de 1880 faz do 14 de julho a festa nacional da República, cuja celebração havia sido abandonada. 

Desde o início é enfatizado o caráter patriótico e militar da manifestação, a fim de mostrar a recuperação da França após a queda em 1870. Todos os municípios participam. A festa começa com a tradicional procissão aos “flambeaux” na noite de 13 de julho. No dia seguinte, os sinos das igrejas ou os salves anunciam o desfile, seguido de um almoço, espetáculos e jogos. Os bailes e os fogos de artifício encerram a festa. 

Até hoje a festa do 14 de julho é um grande sucesso. Em Paris, o tradicional desfile militar na Champs-Elysées é minuciosamente preparado. Na França inteira há bailes, luzes e fogos de artifício. 

 

Fotos: arquivo pessoal

Texto: Rendez-vous en France

Ele mesmo, nosso famoso cantor brasileiro Ed Motta se apresentará no Festival de Jazz de Nice!! 

Lire le reste de cette entrée »

IMG_5156

coucher du soleil à Nice (Côte d'Azur)

À bientôt,

Eleonora

Étiquettes : ,

wordpress hit counter
Follow C'est super! on WordPress.com
Follow C'est super! on WordPress.com